Café em todas as variações

  • Escrito por: admin -
  • Em: 9 de maio de 2018

Semana do Café, no Museu Histórico de Londrina, inspira receitas com o produto mais apreciado da região; programação do evento segue até domingo (27)

Nas décadas de 1950 e 1960, Londrina era considerada a capital mundial do café, pois era a principal exportadora do produto para grande parte dos países da Europa. Depois da geada negra, em 1975, isso mudou. Contudo, até hoje, o Brasil ainda produz quase metade do café mundial, a bebida mais consumida em todo globo. Se originalmente foi descoberta e preparada a partir dos grãos torrados com água quente, hoje, no entanto, existem diversas formas de preparo, incluindo infusão a frio e, até mesmo, como ingrediente na preparação de receitas como molhos, carnes e, principalmente, sobremesas.

Por esses e outros fatores, o dia 24 de maio foi instituído como o Dia Nacional do Café. Em Londrina, segue até domingo (27) a 7ª edição da Semana do Café, no Museu Histórico de Londrina, evento organizado pela Associação Rota do Café, com vasta programação que inclui atrações gratuitas como oficinas, atividades educacionais e artísticas, gastronômicas e históricas, todas relacionadas à cultura do café. Desde o início deste ano, a semana foi incluída como parte oficial no calendário de eventos da cidade por meio de lei municipal.

Uma das oficinas gastronômicas será ministrada por Derysonn Giovany Cesar Guanho, do Senac, neste sábado (26), das 14 às 16h, na Tenda dos Sabores, na qual ensinará os participantes a fazerem uma sobremesa à base de café. “O objetivo do evento é que sejam apresentadas novas formas de utilização do café na gastronomia, tanto em receitas doces como salgadas. Nesta oficina, irei apresentar o ‘fudge’, uma sobremesa inglesa, muito popular nos Estados Unidos, cuja receita original é à base de chocolate. Em nossa versão brasileira, acrescentamos o café para aromatizar”, explica.

Com consistência mais cremosa que o chocolate ao qual estamos acostumados, o fugde pode ser usado em recheios para bolos ou, ainda, cortado em pedaços em sua forma mais firme. Para quem nunca comeu, é possível dizer que possui ligeira semelhança à textura do doce de leite de corte, apesar do sabor completamente diferente. “A cremosidade se dá pela utilização de leite condensado e, também, da manteiga”, acrescenta Guanho. A maneira mais tradicional de consumo é em pedaços individuais ou acompanhando um sorvete ou bebida quente, como o próprio café ou chá.

Segundo o professor, a receita é muito simples e fácil de ser executada. “São poucos ingredientes e tudo é misturado de forma a obter a consistência mais encorpada. Esta pasta vai à geladeira para obter firmeza apenas para corte, pois é extremamente macia. Não há segredo. Nesta receita, coloquei os grãos torrados para dar uma crocância”, diz ele, acrescentando que, em outras receitas mundo afora, é muito comum a crocância ser de castanhas, nozes, amendoim e amêndoas.

Serviço:
7ª Semana do Café
Tenda dos Sabores – Oficina Gastronômica
Quando: Sábado (26)
Onde: Museu Histórico de Londrina (rua Benjamin Constant, 900)
Quanto: Gratuito

Fudge de Café

Ingredientes
500 g chocolate branco
300 g leite condensado
50 g café moagem grossa
20 g café solúvel
20 ml água

Modo de fazer
Dissolva o café solúvel na água e reserve. Derreta o chocolate em banho-maria, junte o leite condensado, o café moído e a pasta de café. Misture tudo. Espalhe em uma forma forrada com filme plástico. Leve a geladeira por 20 minutos ou até firmar. Corte em cubos de 3×3 centímetros. Rendimento de 30 porções.